Praia do Zimbralinho, um verdadeiro oásis em tons azul turquesa

Mariana Gonçalves
04/02/2022

Se acredita que para descobrir uma ilha paradisíaca com águas cristalinas e paisagens de cortar a respiração precisa de viajar para o estrangeiro, saiba que está completamente enganado. A partir da cidade de Lisboa, a 1 hora e meia de viagem de avião, encontra um pequeno paraíso português.

A ilha do Porto Santo, mais conhecida por Ilha Dourada, situada no meio do oceano Atlântico, oferece um clima ameno durante todo o ano. A influência da corrente marítima quente vinda do Golfo proporciona águas aquecidas, em que a temperatura do mar ronda, em média, os 20º C.

A beleza natural do Porto Santo é muito mais além do que o extenso areal de nove quilómetros. Apesar da maioria dos turistas, estrangeiros e portugueses, concentrarem os seus olhares nas praias paradisíacas, a ilha oferece outros cenários idílicos, nomeadamente as praias de calhau.

A praia do Zimbralinho é um desses exemplos e um dos segredos mais bonitos da ilha. Uma baía escondida, rodeada de falésias abruptas e dois rochedos, na parte central, que repousam no mar. É um sítio imperdível para passar um dia diferente, onde convida-o a mergulhar nas águas turquesas e cristalinas.

Ano após ano, este pequeno refúgio, conquista viajantes dos quatro cantos do mundo. E se é um verdadeiro amante de fotografia, saiba que assim que chegar a este magnífico oásis, a câmara fotográfica não irá parar de disparar.

Vista de drone da Praia do Zimbralinho

O Zimbralinho, caracterizado por um sítio geológico, é constituído por uma sequência de rochas vulcânicas submarinas, de natureza basáltica, com origem na fase de pré-emersão da ilha. Neste local é possível visualizar a presença de um filão mugearítico (resultado do magma consolidado), numa das arribas e que se expande até ao Pico do Espigão.

Como chegar?

Existem diversas opções para chegar a esta praia. Através, de terra, a acessibilidade é efectuada a pé, por carro, scooter, moto 4 ou até mesmo por bicicleta. Aconselhamos o aluguer de um veículo para visitar este local, bem como toda as atracções turísticas da ilha. Após passar pelo antigo centro hípico, vire à esquerda e continue a subir.

Chegará a um entroncamento de terra, no qual tem três opções: o Miradouro das Flores, onde consegue contemplar uma vista de 360º da magnífica baía do Porto Santo, o ilhéu de Cima, o ilhéu da Cal, o ilhéu de Baixo e o Pico da Ana Ferreira. É possível também observar, no lado sudoeste, a ilha vizinha, a costa norte da Madeira, em dias de céu limpo.

Outra rua, no centro, segue em direcção ao Zimbralinho e no lado direito com destino aos Morenos, uma zona de lazer para piqueniques e churrascos, onde também existe o miradouro do furado norte.

Excursão de caiaque até ao Zimbralinho

Se possui um espírito de aventureiro, poderá realizar o trajecto pelo mar. A empresa turística, Porto Santo Destinations Tours, gerida pelo guia Matias Teixeira, proporciona uma excursão de caiaque até ao Zimbralinho, com duração de 1 hora e meia e que tem o custo de 25 euros.

Crianças com menos de 12 anos não pagam. Não é necessário ter uma experiência prévia nesta actividade, uma vez que o instrutor irá dar dicas simples de como manusear os remos. O passeio inicia-se na praia da Calheta, onde é disponibilizado todo o material que irá necessitar. Ao longo da viagem irá desfrutar das belas grutas com formações rochosas vulcânicas e as escarpas, esculpidas com tubos de lava.

Viagens de semi-rígido

Existe ainda outro operador turístico, "Mar Dourado - Actividade Marítimo-Turísticas", dirigido pelo Nélio Mendonça, um verdadeiro amante do mar, que dispõe viagens no semi-rígido, no qual leva os turistas a observar baleias, golfinhos, tartarugas marinhas e os ilhéus da costa sul. O Porto de Abrigo é o ponto de partida e durante a viagem, costumam parar neste local estratégico, o Zimbralinho.

A “Mar Dourado” também oferece outro tipo de serviços, como a pesca submarina ou visita ao ilhéu de cima ou do Farol. A visita aos ilhéus tem o custo de 35 euros (adultos) e 20 euros (crianças dos 4 aos 11 anos); a observação de cetáceos 45 euros (adultos) e 25 euros (crianças) e está incluída uma degustação de produtos regionais, como o bolo do caco, as broas de mel, fruta da ilha e vinho Madeira.

Nestas actividades náuticas, recomendamos levar uma máscara de snorkeling para observar as diferentes espécies de peixes que por lá passeiam e que já estão tão habituados à presença dos visitantes.

Acesso à praia do Zimbralinho

Localizada na costa Oeste da ilha, é uma praia selvagem não vigiada e o acesso é realizado a pé, por um caminho íngreme de terra batida, em que deve ter todo o cuidado quer na descida, quer na subida. Deste modo, deverá tomar as devidas precauções e verificar as condições do terreno, assim como as condições meteorológicas, de forma a não colocar em perigo a sua integridade e a dos outros visitantes.

Tenha a especial atenção de quando chegar à praia, não ficar perto das falésias, uma vez que a sinalética no local alerta para a eventualidade de queda de pedras.

Nos últimos anos, a ilha do Porto Santo é cada vez mais considerada como destino turístico de eleição. A praia de areia fina e dourada é, sem dúvida, a marca da ilha, mas não é a única razão para visitar este paraíso. A beleza primitiva da zona do Zimbralinho tem um poder de encantar todos os que ali passeiam.

Ler mais

© 2022 PortoSantoIsland.com. Todos os direitos reservados.